Os ventos e as crianças que querem falar

Sob céu azul de inverno, um vento em meu jardim
intenso, ininterrupto, de um ruído suportável e amigo

Os ventos e as crianças que querem falar

Sob céu azul de inverno, um vento em meu jardim
intenso, ininterrupto, de um ruído suportável e amigo

Raça

Evolução de um ser misterioso, é o homem
qual o barco febril oscila no torvelinho

Réstia de sono

Dante se disse ao meio da jornada rude
o poeta de que falo fez seu prólogo no fim