O dia de cada um

Houve uma especial manhã em cada vida

que  fez de Shakespeare um alegre poeta;

o sol lhe pareceu mais alegre, a alma lida

por Deus que fez do filho homem e profeta.

Havia de se encarnar, para o atrair  o imã,

e todos os homens viveram ainda que um só dia

o esplêndido calor amoroso da especial manhã

o grande momento de cada um é a luz que irradia

a vontade irrefreável do universo e seus filhos

astros, constelações, colisões de cometas e o bravo

ser que veio à terra entre gado e andarilhos.

Esse momento inescrutável reverberou o som cósmico

e nossos irmãos de nascimento sentiram-se muito leves

afinal compreenderam a aventura do viveres breves.    

 * Amadeu Garrido de Paula, poeta e ensaista literário, é advogado, atuando há mais de 40 anos em defesa de causas relacionadas à Justiça do Trabalho e ao Direito Constitucional, Empresarial e Sindical. Fundador do Escritório Garrido de Paula Advocacia e autor dos livros: “Universo Invisível” e “Poesia & Prosa sob a Tempestade”. Ambos à venda na Livraria Cultura.

ASSESSORIA

DE LEON COMUNICAÇÕES

Bruna Lyra Raicoski

0 comentários em “O dia de cada um”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *