Mundo paralelo das conjecturas

Implacável, indetenível, veloz,

corre o mundo invisível, paralelo

à nossa existência franca, atroz,

não se vislumbra nenhum elo.

São nuvens, inevitáveis pensamentos,

na procura dos últimos motivos;

inflam nossos inextricáveis momentos

de perplexos nativos.

As incessantes conjecturas

fazem-nos pássaros que procuram

segredos nas alturas.

Infinitos como os números

são as nossas magias

sobre o lago abstrato os silogismos.

 * Amadeu Garrido de Paula, poeta e ensaista literário, é advogado, atuando há mais de 40 anos em defesa de causas relacionadas à Justiça do Trabalho e ao Direito Constitucional, Empresarial e Sindical. Fundador do Escritório Garrido de Paula Advocacia e autor dos livros: “Universo Invisível” e “Poesia & Prosa sob a Tempestade”. Ambos à venda na Livraria Cultura.

ASSESSORIA

DE LEON COMUNICAÇÕES

Bruna Lyra Raicoski

0 comentários em “Mundo paralelo das conjecturas”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *