Nêmeses

Os gregos, em sua mitologia das noites,

souberam criar uma Deusa sábia;

Nêmeses, que aplacava com seus açoites

a exaltação de afetos da vida imaginária.

Excessos humanos irritavam os Deuses.

Apartavam os homens de seus pares

que criavam hiato do ódio e Nêmeses

era a Deusa dos simples e dos numes.

Deusa que buscava fazer dos homens

seres sem baixelas, como as árvores copadas,

que concediam aos dias suas sombras dos ontens.

Nêmeses incrustava em todos os corações

O recado de Zeus à humanidade:

aos homens justos dos desertos mandaria suas monções.

* Amadeu Garrido de Paula, poeta e ensaista literário, é advogado, atuando há mais de 40 anos em defesa de causas relacionadas à Justiça do Trabalho e ao Direito Constitucional, Empresarial e Sindical. Fundador do Escritório Garrido de Paula Advocacia e autor dos livros: “Universo Invisível” e “Poesia & Prosa sob a Tempestade”. Ambos à venda na Livraria Cultura.

ASSESSORIA

DE LEON COMUNICAÇÕES

Bruna Lyra Raicoski

0 comentários em “Nêmeses”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *