A busca do poeta

Obcecado pela verdade o poeta que a procura

prospecta nas profundezas do real do mundo

não há buraco negro que o assuste e  demova

de seu projeto de minerador de fosso fundo.

Não é o grande diamante, tampouco o ouro,

seu escopo maior, sua vida e razão de ser,

o que até hoje nosso o andaluz e o mouro

debalde procuraram em afrescos do querer.

Demanda o poeta perfurar a grossa terra

do real que se esconde na sombra do existir

suas pás são as artes, a poesia é a serra.

Sem regras fixas o poema viaja em liberdade

Solitário quer, contudo, abarcar o universo,

abraçá-lo e com ele chorar a verduga realidade.

* Amadeu Garrido de Paula, poeta e ensaista literário, é advogado, atuando há mais de 40 anos em defesa de causas relacionadas à Justiça do Trabalho e ao Direito Constitucional, Empresarial e Sindical. Fundador do Escritório Garrido de Paula Advocacia e autor dos livros: “Universo Invisível” e “Poesia & Prosa sob a Tempestade”. Ambos à venda na Livraria Cultura.

ASSESSORIA

DE LEON COMUNICAÇÕES

Bruna Lyra Raicoski

0 comentários em “A busca do poeta”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *