É tudo mentira

O tronco ribomba

sobre o solo lesão

é mais uma bomba

na floresta sem perdão.

 

A velha samaúma

sulca o solo na perfídia

predadores são a saúva

choram a bromélia e a orquídea.

 

Criar-se-á gado

ao corte e ao leite

a lua fica amarelada.

São Paulo à tarde anoitece.

 

Falta pena ao poeta

para expressar sua ira

a súcia ou é tira ou proxeneta.

Há quem diga: é tudo mentira.

 

Amadeu Garrido de Paulaé Advogado, sócio do Escritório Garrido de Paula Advogados.

*Para ler mais textos do autor, acesse o Blog Amadeu Garrido de Paula.

Esse texto está livre para publicação. Se precisar de  mais informações ou entrevistas entre em contato na  De León Comunicações:

Bruna Lyra Raicoski
Assessoria de Imprensa
bruna@deleon.com.br
(11) 5017-7604// 99655-2340

0 comentários em “É tudo mentira”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *