O jardim

Mil vidas tem o jardim

Mil vidas tem meu peito

Dialogam e ao sono do fim

São como amantes no leito.

 

Não atrairiam passagens

Os jardins multicoloridos

Não fosse sua mensagem

De outros mundos floridos.

 

O vento o agita e as danças

Deslizam ao sol das manhãs

Plantas enlaçam suas tranças.

 

A cada momento os ventos cantam

Sonatas vindas do cosmos quântico

E criam aqueles novos mundos que afloram.

 

Amadeu Garrido de Paulaé Advogado, sócio do Escritório Garrido de Paula Advogados. 

*Para ler mais textos do autor, acesse o Blog Amadeu Garrido de Paula.

Esse texto está livre para publicação. Se precisar de  mais informações ou entrevistas entre em contato na  De León Comunicações:

Bruna Lyra Raicoski
Assessoria de Imprensa
bruna@deleon.com.br
(11) 5017-7604// 99655-2340

 

0 comentários em “O jardim”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *