Jornada infinita

Ao nascer trazemos aventuras esquecidas

e por que as esquecemos o choro alcança

somente curvas das imensas avenidas

as praças dos prazeres onde alguém dança.

 

A existência cósmica é a misteriosa história

de mulheres, homens, gigantes e anões

o liame é o caule das plantas  da memória

e uma frondosa árvore o fado dos perdões.

 

Cada geração renascida constrói os templos

em todas elas há crenças, rezas e os sermões

intermediados de cânticos que elevam apelos.

 

Enquanto isso os seres retornam solitários

Prosseguem na jornada infinita  das mensagens

que permanecem reclusas e choram nos berçários.

 

Amadeu Garrido de Paulaé Advogado, sócio do Escritório Garrido de Paula Advogados.

*Para ler mais textos do autor, acesse o Blog Amadeu Garrido de Paula.

Esse texto está livre para publicação. Se precisar de  mais informações ou entrevistas entre em contato na  De León Comunicações:

Bruna Lyra Raicoski
Assessoria de Imprensa
bruna@deleon.com.br
(11) 5017-7604// 99655-2340

0 comentários em “Jornada infinita”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *